C%25C3%25B3pia%2Bde%2B2012-10-31%2B16.45

Habilidades Específicas para os cursos de Arquitetura

Provas de habilidades específicas não são obrigatórias e cada escola ou faculdade define pela aplicação do teste, por isso, vale verificar essa informação com antecedência para se programar melhor. Geralmente são as faculdades públicas de arquitetura, as estaduais e federais, aquelas que mantém a obrigatoriedade desse tipo de avaliação, porque consideram desejável que o aluno possa ingressar nos fundamentos das disciplinas de projeto já habilitado em desenho desde o primeiro semestre.

Quando uma escola ou faculdade não pede a prova de habilidade, o que geralmente acontece na maioria das instituições particulares, considera-se que o aluno tenha que desenvolver esses conteúdos nos primeiros semestres da graduação.

C%25C3%25B3pia%2Bde%2B2012-10-31%2B16.43

Para se ter uma melhor compreensão sobre as exigências e o perfil de cada escola, é necessário que o candidato conheça suas provas e as respectivas habilidades que serão avaliadas com as questões propostas. 

 

O que se espera das provas de habilidade específica é que avaliem se o candidato possui um rol de aptidões desejáveis para o bom aproveitamento do curso superior. Reunindo o que foi dito sobre linguagem arquitetônica, projeto e desenho, temos as seguintes habilidades a serem avaliadas com os testes propostos, com as devidas variações para cada escola:

 

•    Domínio das técnicas de desenho livre mais usuais em arquitetura, com qualidade e principalmente, legibilidade. Boa articulação dos elementos gráficos de linha, superfície, volume, luz, cor, na composição da imagem pelo desenho.

 

•   Domínio na composição e construção da imagem além da construção do desenho em si, a construção da imagem no papel também é analisada, onde por exemplo, elementos como ocupação do campo, composição, relação figura/fundo, uso elementar de alguns sistemas de representação (perspectivas, projeções), serão igualmente considerados.

 

•  Domínio da representação espacial através do desenho. O espaço a ser representado pode ser exemplificado por objetos presentes no espaço real ou o examinador pode ser valer de fotografias, desenhos e textos descritivos para que o candidato realize seus desenhos, seja de observação ou de memória. Dado o tema, os testes pedem para que o candidato avalie proporções e formas e que as transfira usando o desenho.

 

•    Capacidade de interpretação gráfica a partir de temas correlatos à arquitetura, urbanismo e design.

A ação do homem no meio ambiente, o ambiente e a paisagem urbana, as cidades com seus sistemas e equipamentos, as questões sociais em pauta nos grandes centros. As relações da cidade com o coletivo, o transporte, o trabalho, o lazer, as escolas, assim como o meio físico e as suas estruturas, as obras de arquitetura e de design, os objetos simples do cotidiano, são esses os temas usuais nas provas, que devem ser interpretados através de imagens, desenhos ou pequenos modelos e esculturas.

 

•    Habilidade em expressão bidimensional. Interpretação e  leitura de textos, desenhos, imagens, objetos e/ou material audiovisual, de modo a criar uma composição gráfica expressiva através de desenhos ou colagens. 

 

 •   Habilidade em representação e expressão tridimensional. Execução de pequenos modelos ou esculturas com materiais simples, em composições que expressem relações de proporção, texturas, cores, volumes, a partir de temas pré-definidos.

 

•    Conhecimentos de princípios de desenho projetivo, perspectiva e desenvolvimentos teóricos sobre temas realacionados à arquitetura e urbanismo. Prova solicitada por alguns vestibulares importantes, como é o caso da Unicamp e a Prova de Transferência da FAUUSP.

Para entender melhor sobre a prova, pode-se recorrer a uma pesquisa através do setor de vestibulares de cada instituição, onde são publicados os editais de convocação, o manual do candidato e as provas anteriores. Algumas instituições como a UNICAMP, também publicam seus vestibulares comentados em provas de habilidade, gerando um ótimo material de consulta para os futuros candidatos.

 

Texto: Stella Miguez