Exercício de mudança de escala
Exercício de mudança de escala

Exercício de mudança de escala
Exercício de mudança de escala

Escala humana
Escala humana

Exercício de mudança de escala
Exercício de mudança de escala

1/18

O Curso

A quem se destina

 

Os cursos e as aulas podem ser ministrados presencialmente ou à distância, atendem em vários níveis e são dirigidos:

 

  • aos estudantes do ensino médio e técnico  que querem se aprimorar nas habilidades de desenho com foco no pensamento projetual, na arquitetura, no design.

  • aos interessados em desenho que desejam melhorar seus conhecimentos sobre representação espacial e perspectiva, e aos que desejam praticar técnicas orientadas para aperfeiçoar seus croquis e seus desenhos de observação, seus trabalhos criativos de livre expressão, seus diário gráficos, sketchbooks, urbansketchigs, animes, e outros.

  • aos aspirantes às carreiras de Arquitetura e Urbanismo e de Design, que necessitam de conhecimentos prévios para iniciar o curso superior, através das provas de Habilidades Específicas.

  • aos graduandos de Arquitetura e Urbanismo e de Design que desejam aprimorar o desenho como ferramenta para o projeto, quer seja na sua versão à mão-livre (croquis, desenho de observação ou desenho analítico) ou nas modalidades técnicas do desenho arquitetônico.

 

Desenvolvendo Habilidades e Competências

 

•  Tratar o desenho como uma aptidão inata do ser humano, desmistificando o ideal de “dom” ou talento especial para desenhar, assim como o conceito de “certo/errado” no modo de desenhar. Em vista disso, o curso pretende “recuperar” os mecanismos que despertam para uma melhor fluência com o desenho livre.
 

•  Abordar prática do desenho como fundamental ao conhecimento sobre as qualidades do espaço, ou seja, estudar o desenho é entender mais sobre o espaço, para num momento futuro, projetar o espaço, seja na escala do objeto, do edifício, da cidade.

 

•  Levar à compreensão  que o ato de desenhar possui dinâmicas próprias e o estímulo à prática constante, seja em aula, em casa, no escritório, em espaços públicos, onde o ato de desenhar é importante para o desenvolvimento pleno do aluno dentro processo de aprendizado de projeto.

•  Valorizar o modo de representar de cada um, através da contínua exposição e análise dos trabalhos produzidos. Enriquecer as experiências do grupo através das diferentes visões, recusando soluções padronizadas. Desenvolver mais segurança quanto ao juízo estético, propiciando um clima de reflexão e espírito crítico diante da escolha de referências visuais e dos próprios trabalhos.

 

Métodos

Metodologia baseada em apresentação de problemas, para que o aluno obtenha através do desenho bi e tridimensional, uma ferramenta de projeto essencial ao arquiteto e designer. Sala de aula invertida, aulas expositivas e aulas de ateliê em casa, para realização dos exercícios práticos. Proposição de tarefas semanais e painéis aula-a-aula para discussão. Uso das ferramentas do pacote Google for Education.

Dentro da prática do desenho livre, serão abordados as modalidades de exercícios em desenho de observação, desenho de memória e do desenho de livre expressão, sob a orientação de métodos consagrados. O esboço à mão livre, o croqui, o desenho analítico, as abstrações geométricas, por exemplo, serão práticas integrantes das aulas de ateliê em casa.

Dentro da prática do desenho manual instrumentalizado , serão revistos conhecimentos sobre os sistemas de projeções ortogonais, vistas, plantas, cortes, fachadas e normas de desenho técnico. Mais direcionado a algumas provas especiais e a graduandos de arquitetura que necessitam reforçar esses conhecimentos.

 

Dentro da prática da composição tridimensional, vamos testar a construção de modelos conceituais e abstratos, feitos com materiais simples, que servirão de apoio para as aulas de desenho.

 

Apresentaremos algumas técnicas simples e mais utilizadas nos croquis de arquitetura: grafite, lápis de cor,  caneta hidrocor, aguadas, entendendo que cada técnica determina um modo de ver e de representar.

 

Apresentação e desenvolvimento em aula de questões de provas de aptidão dos principais vestibulares. Fornecemos informações de interesse geral, sobre carreira e vestibular tais como: os cursos de graduação em Arquitetura e Urbanismo e em Design e suas principais faculdades, os testes de aptidão, as áreas de atuação do arquiteto, os eventos culturais de interesse e discussão de assuntos que orientem a escolha por uma escola e mesmo pelas carreiras.

Visitas aos principais centros culturais de São Paulo e visitas monitoradas à FAUUSP - visitas organizadas semestralmente pela própria instituição, para conhecimento do projeto pedagógico da Faculdade, para a leitura das características do edifício e sua importância dentro do contexto da arquitetura paulistana. Na possibilidade de retorno às atividades presenciais, os alunos serão orientados para essa atividade.

Materiais Básicos Individuais

 

Estes são os materiais pedidos aos alunos para que possam desenvolver seus trabalhos individualmente.

A lista está em acordo com o material solicitado para o comparecimento nas provas de habilidade específica e também será útil ao aluno de primeiro semestre.

 

•  Pasta plástica  tamanho A3

•  Blocos de papel sulfite e canson tamanho A3

•  Lápis preto série B (2B, 4B, 6B)

•  Borracha macia

•  Estilete e tesoura pequena

•  Régua de 50 cm e jogo de esquadros médio

•  Compasso

•  Fita adesiva

•  Cola bastão

•  Caixa de lápis de cor aquarelável com 12 unidades

•  Bastão de grafite integral 4B.

 

 

Para as aulas remotas:

  • Conexão com a Internet.

  • Câmera fotográfica (celular), para fotografar e enviar os seus desenhos.

  • Um laptop, tablet ou computador.

  • Contato registrado via Whatsapp, para envio de desenhos fotografados e para comunicação direta com o professor a qualquer momento.

  • Conta @gmail para envio de materiais, desenhos e para atendimentos e aulas online com hora marcada via Hangouts do Google ou Zoom..

  • É desejável ter uma impressora para facilitar a produção de materiais complementares e exercícios.

 

Referências Bibliográficas

 

Indicamos uma bibliografia básica para que o aluno entenda melhor o universo do desenho aplicado ao projeto. Essas publicações são bastante acessíveis nas livrarias e bibliotecas das escolas superiores e também são referenciais aos primeiros semestres dos cursos superiores de Arquitetura e Urbanismo e de Design.

 

CHING, Francis D. K. Forma, Espaço e Ordem. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

________________________Representação Gráfica para Desenho e Projeto. Barcelona: GG, 1998.

________________________Representação Gráfica em Arquitetura. Porto Alegre: Bookman, 2000.

FREDERICK, Matthew 101 Lições que aprendi na escola de Arquitetura. São Paulo: Martins Fontes, 2010.